Morre Baloubet Du Rouet, cavalo icônico de Rodrigo Pessoa: “Um dos maiores”

0
Compartilhar

Morre Baloubet Du Rouet, cavalo icônico de Rodrigo Pessoa: “Um dos maiores”

Cavaleiro posta homenagem ao animal com o qual conquistou bronze em Sydney e ouro em Atenas; segundo página oficial, morte ocorreu no início de agosto, em Portugal, por causas naturais

Morreu neste mês de agosto um dos cavalos mais icônicos não apenas do hipismo brasileiro, mas da história da modalidade: Baloubet Du Rouet. Montaria do cavaleiro Rodrigo Pessoa por quase uma década, o animal ficou bastante conhecido após refugar três vezes e acabar com as chances de medalha do brasileiro na disputa individual dos saltos nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000. No entanto, quatro anos mais tarde, o conjunto alcançou a redenção com a conquista do ouro de Rodrigo e Balubet nas Olimpíadas de Atenas 2004.

Segundo informações da página oficial de Baloubet na internet divulgadas nesta sexta-feira, o cavalo morreu no último dia 7 de agosto, por causas naturais, em Portugal, onde vivia sob cuidados de seus proprietários desde 2010. O animal tinha 28 anos e não competia desde 2006. Apesar de aposentado, o nome de Baloubet segue fazendo sucesso em competições de hipismo pelo mundo com filhos do icônico cavalo de Pessoa.

Além do ouro olímpico de 2004, Baloubet ainda conquistou com o cavaleiro brasileiro o bronze olímpico por equipes em Sydney 2000 e outros três títulos mundiais – único conjunto cavaleiro-cavalo a alcançar tal feito junto. Em um post na rede social Instagram, Rodrigo Pessoa prestou homenagem ao velho companheiro:

“Você chegou como uma arisca criança de cinco anos de idade, mas mostrou muito potencial logo em seu primeiro salto. O começo não foi fácil, mas você era tão inteligênte que entendia tudo muito rapidamente. Você cresceu e se tornou um dos maiores cavalos da história. Talento, beleza, energia, força, habilidade e elegância fizeram de você o melhor”, escreveu Rodrigo Pessoa.

Rodrigo Pessoa postou homenagem a Baloubet du Rouet em suas redes sociais (Foto: Reprodução / Instagram)
Fonte: http://globoesporte.globo.com/hipismo

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *