Nossa História

Primeira Geração

Primeira Geração

1870 – (Data estimada) – Chega ao Brasil o francês Gabriel Boson. Fixa residência no Rio de Janeiro onde se estabelece, em 1874, como negociante de vinhos importados da França. Apaixonado por cavalos, contam seus descendentes, que Gabriel era um exímio cavaleiro e praticava regularmente a equitação. Começa aí a história de uma família que caminha ao lado do cavalo há quase 150 anos. Uma historia de amor que chega aos dias de hoje, somando 5 gerações ligadas ao cavalo e dando origem a WINNER HORSE.

Segunda Geração

CEL. CARLOS BOSON

1895 – Nasce no Rio de Janeiro Carlos Boson, filho do imigrante francês Gabriel Boson. Desde criança, por influência do pai, teve contato e amor por cavalos, que além da prática esportiva era o principal meio de transporte da época.

Por volta dos 8 anos, Carlos perde o pai e a vida muda radicalmente. O menino rico, que até então possuía carruagens e cocheiros a disposição da família, passa a ajudar a mãe, entregando refeições em domicílio feitas por Dona Emília Boson, que também dava aulas de francês para o sustento da família.

Os esforços da viúva não foram em vão.

1919 – forma-se Médico Veterinário pela Missão Militar Francesa e ingressa no Exército Brasileiro, no quadro de oficiais veterinários.

Documento assinado pelo então Presidente da República Sr. Eptácio Pessoa.

Adquire vasta experiência como Veterinário do Exército e também como Boticário. Devido a escassez de medicamentos de uso veterinário da época, desenvolve diversos produtos para aliviar o sofrimento dos animais.

Começa a produzir com a marca CARA DE CAVALO, antissépticos, cicatrizantes, analgésicos, linimentos, emplastros, água vegeto mineral, sabões medicinais e produtos para higiene.

Podemos afirmar, que pela origem, somos uma das empresas no ramo veterinário mais antigos e experientes do Brasil. Dr. Carlos Boson foi um dos mais conceituados Médicos Veterinários da sua época e sempre atendeu gratuitamente em sua residência os animais enfermos.

Por sua dedicação, competência e desempenho o Ambulatório Veterinário do Primeiro Regimento de Cavalaria de Guarda, Rio de Janeiro, recebe o nome de Major Carlos Boson.

Passa para a Reserva em 1949 com a patente de Tenente Coronel, Médico Veterinario do Exército. Durante muito tempo foi chamado ao Quartel para auxiliar os casos mais graves e também para atuar como Juiz de Polo.

Foi casado por 54 anos com dona Hercília Boson, teve 4 filhos. Morre em 28/04/73, aos 78 anos. Sua viúva, morre 6 anos depois, em 10/09/1979 as 10:00 horas da manhã, mesmo dia e hora de seu casamento com Carlos, 60 anos antes.

Os três filhos homens seguiram a carreira militar do pai, junto ao cavalo: Cel . Geraldo Boson, Ten. Cel. Dalmo Boson e Cel. Horacio Boson. A linha que segue até a Winner Horse é a de Horácio Boson.

CEL. HERNANI DE OLIVEIRA

1902 – Nasce em Franca, Interior de São Paulo, Hernani de Oliveira. Filho de pais mineiros, neto de um índio casado com uma dinamarquesa de sobrenome Oliver.

Como o índio só tinha o primeiro nome, recebeu o sobrenome da esposa, que acharam por bem abrasileirar de Oliver para Oliveira.

Aos 9 anos perde sua mãe e seu pai viúvo , sem saber o que fazer, distribui os filhos pequenos entre a família e conhecidos.

Passa por muito sofrimento na infância tendo a família separada mas com tudo isto transforma-se em um grande homem dono de um grande coração.

Talvez uma das criaturas mais bondosas que passaram por este mundo. Na década de 20, ingressa na antiga Fôrça Pública, servindo no Regimento de Cavalaria 9 de Julho.

Torna-se um excelente cavaleiro e chega até preparar alguns cavalos de salto para o jornalista Roberto Marinho que ganha prêmios com estes cavalos.

Participou da Revolução de 1932 e foi Interventor, durante a Segunda Guerra Mundial, pela Colônia Japonesa de Bastos, onde conquistou a amizade e admiração do povo japonês, por sua bondade, seriedade e justa conduta.

Passa para a Reserva e após ficar viúvo, dedica seu tempo ajudando ao próximo levando medicamentos e alimentos às regiões carentes no interior de São Paulo.

Um de seus últimos comentários foi que tivera o privilégio de acompanhar o maior desenvolvimento da humanidade.

Viu surgir desde carros, estradas, avião, telefone, rádio, TV, cinema, computador, celular etc… Vi o Cometa Harley passar duas vezes, dizia, e ele só passa a cada 70 anos, vi o homem pisando na lua.

E esta tal de Internet chegando agora…. isto vai ser um grande avanço para humanidade… Sua maior característica foi a bondade, humildade e coração manso.

Na entrada de sua casa havia uma placa escrita por ele com os seguintes dizeres: “Este é o recanto da minha velhice. Sejas aqui bem-vindo, porém deixes lá fora sua política, sua religião e suas inimizades”. Morreu em 10/07/98 aos 96 anos completamente lúcido.

Teve 7 filhos, dos quais três seguiram a carreira militar do pai: Cel. Juarez de Oliveira, Cel. Francisco Expedito de Oliveira e Sgto. Cristovão de Oliveira.

Sua filha mais velha Ednéa, casa-se com Horácio, filho de Carlos Boson, dando origem a “Terceira Geração” de uma família que caminha ao lado do cavalo, por 5 gerações.

Terceira Geração

Horacio Boson iniciou sua carreira militar no Exército, no Regimento de Cavalaria de Pirassununga em 1942 onde permaneceu até 1949 e se desligou após ser aprovado na Escola de Cadetes da antiga Fôrca Pública do Estado de São Paulo ( atual Polícia Militar ).

Foi militar da arma de cavalaria e passou a maior parte da sua vida profissional no Regimento de Cavalaria Nove de Julho em São Paulo, onde por duas vezes foi comandante.Ganhou muitos concursos hípicos competindo pelo Regimento 9 de Julho.

Participou dos Jogos Panamericanos de Chicago em 1958. Passa para a Reserva em 1975 e dedica seu tempo como instrutor de equitação no Clube Hípico de Santo Amaro.

Montava à cavalo todos os dias, tinha vida de atleta até poucos dias antes de completar 80 anos, quando cai de uma escada e fratura a perna e o braço, pondo fim á sua carreira de atleta e consequentemente a sua vida vindo a falecer em 12.08.2007.

Na semana de seu falecimento tanto o Clube Hípico de Santo Amaro como o Regimento de Cavalaria 9 de Julho ficaram com Bandeiras hasteadas a meio pau e foi homenageado em algumas provas de salto que levaram seu nome.

Sua grande paixão foram os cavalos. Passa sua vida inteira ao lado deles , desde sua mais tenra infância. Esta paixão, evidentemente influenciou os filhos e é graças a ela que existe a Winner Horse.

Foi casado por 54 anos com dona Ednea Boson (filha do Cel. HernanI de Oliveira) com quem teve 7 filhos.

Quarta Geração

Em 1987, um dos seus filhos, o cavaleiro Fábio Boson, traz da Europa um excelente produto, e pede para sua irmã (química) desenvolver um similar nacional.

Nasce o BRAITE e torna-se um grande sucesso, que completa neste ano (2012) 25 anos.

A experiência passada de pai para filho por 4 gerações, possibilitou o desenvolvimento de uma linha completa para proporcionar conforto, higiene, beleza e saúde ao cavalo, comparada aos melhores produtos do mundo. Nasce então a Winner Horse.

Quinta Geração

Os tataranetos de Gabriel Boson continuarão a escrever a história de uma família apaixonada por cavalos. Anthony Boson e Victória Boson – 5 Gerações.